É inegável a importância das informações contábeis para a gestão de qualquer empreendimento empresarial. Porém, no Brasil e no mundo, ainda é muito comum no imaginário empresarial a associação restrita da contabilidade aos gastos obrigatórios das organizações, parecendo não haver nela capacidade de satisfazer as necessidades dos seus usuários.

De fato, por muitos anos, a estrutura contábil não comportou o perfil de eficiência necessário para fornecer informações passíveis de fácil interpretação para os gestores, que possibilitassem a avaliação do desempenho econômico das empresas e a projeção de resultados futuros.

O aspecto legal e fiscal das informações que os contadores forneciam a seus clientes fazia com que estes não utilizassem a contabilidade, na maioria das vezes, para a tomada de decisão, predominando o teor fiscal da atuação contábil, ou seja, a Contabilidade Fiscal.

No caso brasileiro, a própria política fiscal do país, que onera as empresas com burocracia em excesso e alta carga tributária, além de uma grande quantidade de declarações acessórias, contribuiu para que a contabilidade fosse encarada desta forma pelas empresas.

Porém, a inadequação desta estrutura às reais necessidades e exigências atuais e futuras dos usuários tem impactado a forma de atuar dos contadores e da contabilidade.

Hoje, com a escolha certa de sua assessoria contábil, o usuário pode ter acesso a informações geradas pela contabilidade que propiciam a ele base segura para tomar decisões, compreendendo o estado em que se encontra a sua empresa, seu desempenho, sua evolução e os riscos e oportunidades a que está sujeito. Isto significa dizer que a Contabilidade Gerencial tem ganhado mais espaço na forma de atuação das empresas de contabilidade.

As vantagens da Contabilidade Gerencial

Diferentemente da Contabilidade Fiscal, cuja finalidade é atender apenas às normas fiscais, a Contabilidade Gerencial é direcionada a gestão de negócios da empresa. Considerando o contexto atual de globalização dos mercados e de concorrência cada vez mais acirrada entre as empresas, manter uma contabilidade que apenas atenda ao fisco é uma atitude que denota atraso, ou no mínimo, um desperdício.

Em tempos de concorrência de preço e qualidade, as empresas já não podem operar, por exemplo, baseando sua determinação de preços na “intuição” ou “olhômetro”. Um bom sistema de contabilidade gerencial com informações mensais é o instrumento certo para a tomada de decisões da forma mais eficiente e eficaz.

Por isto, os gestores devem estar antenados a cobrarem de seus contadores relatórios gerenciais mensais com os dados e informações que os capacitem a tomar as decisões corretas.

Agora que você já sabe a diferença entre Contabilidade Fiscal e Contabilidade Gerencial, compartilhe abaixo nos comentários a sua opinião e como pretende utilizar os serviços contábeis da sua empresa a seu favor!

Olá! eu sou a Cristiane, como posso lhe ajudar? Clique novamente no ícone do whatsapp para iniciar uma conversa!
Powered by

Share This

Share this post with your friends!